Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Zacarias 9 Comentário Pr Heber Toth Armí

ZACARIAS 9 
Comentário Pr Heber Toth Armí

Experimentam alegria indescritível àqueles que creem na profecia bíblica. Segurança existe na alma daqueles que colocam em Deus Sua confiança. Certeza tem aquele que contempla a beleza profética.

Medite nestes pontos:

• A aplicação primária desta revelação é advertência explícita aos opositores e opressores do antigo Israel: Serão derrotados pelo soberano dono de toda a Terra (vs. 1-8). Os remidos serão protegidos quando os ímpios forem destruídos. Flávio Josefo informou que, ao Alexandre, o Grande, destruir os povos e cidades em volta de Israel, o Templo e a cidade de Jerusalém foram preservados. Contudo, tal profecia terá pleno cumprimento no segundo e no terceiro adventos de Cristo no mundo. 

• A vitória divina é garantida trazendo felicidade aos que dependeram de Cristo com sinceridade (vs. 9-10). Montando um jumentinho, mansamente, mas triunfante, o Messias singelamente vencerá a maldade trazendo liberdade aos escravos do pecado. “Paz resultará do governo do Messias, (v. 10), pois Ele terá como objetivo ‘o estabelecimento da ordem moral e da justiça social’ no poder do Espírito Santo” (Paul R. House).

• Os que rejeitarem ao Rei da Paz experimentarão as consequências de seus pecados acariciados no segundo e terceiro adventos de Cristo: Os convertidos serão protegidos (vs. 10-17). Nesse evento universal Jesus acabará com a guerra e trará paz. Seu reino de glória será estabelecido. Seu povo triunfará. O remanescente fiel é o povo que será recompensado.

Após a entrada triunfal de Cristo sobre um jumentinho em Jerusalém, Ele afirmou aos líderes religiosos que não O reconheceram no cumprimento das profecias: “Da próxima vez que me virem vocês irão dizer: ‘Oh! Ele é um bendito do Senhor e está vindo para instituir o governo de Deus” (Mateus 23:39, AM).

A profecia é positiva, enche o coração dos ouvintes de alegria e esperança:

“Grite e aplauda, Filha de Sião! Faça um estardalhaço, Filha de Jerusalém! O Seu rei está a caminho: um rei bom que faz tudo de forma correta, um rei humilde montado num jumentinho, cria de um animal de carga .... Ele vai oferecer paz às nações, um governo pacífico em toda a terra, dos quatro ventos aos sete mares”.

Quando o Grande Conflito terminar, só existirá paz e felicidade! A vida tem sentido e objetivo nobres para os convertidos! – Heber Toth Armí #rbhw #ebiblico #rpsp

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Zacarias 8 Comentário Pr Heber Toth Armí

ZACARIAS 8 
Comentário Pr Heber Toth Armí

 Deus não desiste de ninguém.  Sua paixão por Seu povo excede à nossa compreensão. Seu desejo de abençoar a quem merece castigo e condenação é maior que qualquer outro desejo.

Philip G. Samaan fornece-nos um esboço que facilita nossa compreensão do capítulo em questão:

1. O grande ciúme de Deus (v. 2);
2. A presença no meio de Seu povo (v. 3);
3. Jerusalém, a cidade de paz e alegria (vs. 4-5);
4. O Deus do impossível (v. 6);
5. Deus salvará e reunirá Seu povo do Concerto (vs. 7-8);
6. “Sejam fortes as mãos de todos vós” (vs. 9-13);
7. O apelo de Deus para justiça social (vs. 14-17);
8. Jejuns pesarosos tornam-se ocasiões festivas (vs. 18-19);
9. A poderosa atração da religião genuína (vs. 20-22);
10. “Deus está conosco” (v. 23).

A explicação profética de Zacarias para a situação do povo está dividida em sete diferentes citações (vs. 2, 3, 4, 6, 7, 9 e 14) seguida por outra explicação que está dividida em três citações (vs. 19, 20, 23), cada uma começando com “Assim diz o Senhor”, mostrando que não eram opiniões e declarações meramente humanas.

O plano divino certamente se cumprirá. Independentemente da infidelidade do povo, Deus continua fiel. O plano da redenção aconteceria através da presença do Messias na Terra.

O capítulo em pauta promove esperança em meio ao desespero. Deus incentiva os aflitos a confiarem nEle que o futuro seria promissor. A terra improdutiva tornaria fértil. Os dias de tristezas voltariam a ser de alegria. A assolada Jerusalém se tornaria atração mundial como lugar de adoração.

• A morte de Cristo em Jerusalém atraiu ao mundo, mas é após a purificação total da Terra que Jerusalém será a capital da adoração.

A Jerusalém que não terá perigo para crianças, paz e longevidade para os adultos ainda está no futuro. O Templo é importante, mas o Senhor do Templo é muito mais; por isso, na Nova Jerusalém não haverá templo, devido à presença constante de Deus com Seu povo (Apocalipse 21 e 22).

Antes disso, Deus quer que todas as nações O conheçam e deixem o paganismo para se render ao Seu projeto de salvação/comunhão! Proclame isso ao mundo!

Para tal missão, Deus anima-nos a fortalecer as mãos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

domingo, 14 de janeiro de 2018

Zacarias 7 Comentário Pr Heber Toth Armí

ZACARIAS 7 
Comentário Pr Heber Toth Armí

Para Deus, religião desprovida de ação baseada na revelação, é pura ilusão. Além disso, uma religião baseada em meros rituais sem consagração real é mera formalidade inútil. 

Religião é muito mais do que isso; é relacionamento com Deus, um compromisso sério e submissão plena a Ele – o que inclui toda Sua vontade revelada!

Atitudes religiosas, por mais nobres e inteligentes que sejam, indiferentes ao “assim diz o Senhor” é resultado “da própria pecaminosidade e desobediência do povo” (William MacDonald). 

• Certamente, existem religiões pecaminosas e rituais perversos diante de Deus, ainda que valorizadas por multidões.

O jejum, neste capítulo, era prática do povo de Deus desde a invasão e destruição de Jerusalém, cuja finalidade era lembrar-se com tristeza a destruição do templo de Salomão. Este jejum foi inventado pelo povo, não revelado por Deus; desta forma, por mais nobre que seja a intenção nos rituais e nas formalidades religiosas, o que importa a Deus é a justiça que surge do Seu coração, aplicada ao coração do adorador (vs. 1-7).

• “Independente da finalidade, os rituais divinos jamais substituem, aos olhos de Deus, a prática da justiça e muito menos a fé” (William Kelly)

Jejuar e até chorar em um dia específico do ano não liberta ninguém do pecado; quem liberta é Cristo. A religião verdadeira está fundamentada num relacionamento apropriado com Deus (vs. 8-14).

O relacionamento com Deus produz bondade e misericórdia; elimina práticas religiosas duvidosas; transforma o interior e transcende ao exterior; desenvolve a espiritualidade e resulta em bons frutos, que refletem o caráter gracioso de Deus. 

• Esses são os passos que conduzem indivíduos, famílias e igrejas inteiras ao reavivamento e a reforma.

Atente à revelação:

1. Deus declara: “Vocês estão interessados em religião, eu estou interessado em pessoas” (v. 6);

2. Deus orienta: “Sejam justos uns com os outros. Amem o próximo. Sejam misericordiosos uns com os outros. Não tirem vantagens das viúvas, órfãos, estrangeiros e pobres. Não tramem maldades uns contra os outros – isso é terrível” (v. 10).

3. Quem ignora a Lei de Deus tapa os ouvidos “aos sermões cheios do Espírito pregados” pelos servos do Juiz do Universo (vs. 11-12).

Deus ouve a oração de quem se interessa por ouvir Sua revelação! Religião só tem valor se promover transformação! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

sábado, 13 de janeiro de 2018

Zacarias 6 Comentário Pr Heber Toth Armí

ZACARIAS 6
Comentário Pr Heber Toth Armí

 É difícil experimentar os planos de Deus sem antes aplicar Sua Palavra à vida diária. É impossível conhecer Seus propósitos sem estudar Sua Palavra. Também, não dá para rejeitar a Palavra de Deus sem rejeitar o Deus da Palavra.

No final do capítulo Zacarias declarou: “Isso é o que acontece quando vocês se dispõem a viver uma vida em obediência à voz do Eterno”.

• Tem coisas boas que não acontecem com todos. Tem ateus e crentes desprovidos de bênçãos porque não se dispuseram a ler e refletir na Palavra de Deus!
• Em contrapartida, se pessoas, famílias, igrejas, municípios e países que se dispuserem a atender à voz de Deus terão experiências que ninguém mais terá. Terão uma vida de fé, de satisfação plena!

A última das oito visões de Zacarias apresenta “Quatro carruagens disparando do meio de duas montanhas .... A primeira ... era puxada por cavalos vermelhos; a segunda, por cavalos pretos; a terceira, por cavalos brancos; a quarta, por cavalos malhados...”.

O profeta quis saber o que significava isso. “O anjo respondeu: ‘Estes são quatro ventos do céu, que têm sua origem no Senhor de toda a terra...” (v. 5). Estes, “certamente representavam instrumentalidades de Deus que atuam em todas as partes da Terra” (EGW, Educação, p. 173).

Esta visão ensina-nos que “Deus acalma ou domina os acontecimentos nos lugares em que Satanás efetua tudo que lhe é possível para causar perturbações e dificuldades ao povo de Deus que leva avante a obra do Senhor” (Philip G. Samaan).

Após revelar oito visões, “no coração do livro de Zacarias, o Renovo é apresentado como o Personagem Supremo, restaurando Seu povo, sendo o Advogado, a Justiça, o Juiz, o Sumo Sacerdote e o Rei deles” (Samaan). “Em sua função como Rei, Cristo adentrou seu palácio e, em seu papel de sacerdote, adentrou seu santuário” (David Baron).

Em síntese, com Jesus a vida...

1. ...do crente é conduzida rumo à vitória, embora passe por alguns dissabores (vs. 1-8);
2. ...do povo de Deus é pautada por promessas cumpridas, ainda que as perspectivas para o futuro pareçam desesperadoras (9-12);
3. ...dos fieis será gloriosa, esplendorosa e maravilhosa (vs. 13-15).

Portanto, atente para a totalidade da Palavra de Deus. Leia-a para experimentar um poderoso reavivamento! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Zacarias 5 Comentário Pr Heber Toth Armí

ZACARIAS 5
Comentário Pr Heber Toth Armí

 O que aprender com visões que apresentam uma mulher num cesto, duas mulheres voando, uma tampa de chumbo, um livro voador, com dez metros de comprimento e cinco de largura?

• Tudo isso chamou a atenção de Zacarias e deve chamar nossa atenção nos dias de hoje!

Com relação à primeira visão, do livro gigante voador, o anjo explica: “Esse livro é o veredito que está sendo anunciado contra todos os ladrões e mentirosos em todo o mundo. A primeira parte do livro diz respeito a todos os que roubam; a segunda parte trada de todos os que mentem. Eu o lancei ao ar ... e assim ele vai voar à casa de todos os ladrões e mentirosos. Vai pousar em cada casa e derrubá-la, madeiras e pedras” (vs. 3-4).

Em relação à segundo visão, da mulher sentada num cesto, é dito que o cesto está “numa jornada. Ele contém os pecados de todos, em todos os lugares” (v. 6). E a mulher? “Esta é a senhora Maldade” (v. 8), que, após empurrada e encerrada no cesto com tampa de chumbo, Zacarias viu outras duas mulheres voando “com asas bem abertas ... e levaram o cesto para bem longe” (v. 9).

O cesto com os pecados e a senhora Maldade estava sendo levados “para a terra de Sinear Babilônia. Vão construir um abrigo para protegê-lo. Quando estiver concluído, o cesto será guardado ali” (v. 11).

Aplicações:

• Mais cedo ou mais tarde Deus julgará e condenará todos roubadores e mentirosos. Aqueles que roubam de Deus e dos homens e mentem a Deus e aos homens responderão por seus atos; desde aqueles que roubam e mentem nos púlpitos das igrejas, passando por aqueles que roubam na política, até os adolescentes malandros que roubam e mentem – nenhum deles será esquecido!

• Nenhum pecado, por mais escondido e camuflado que seja, pequeno ou grande, será ignorado pelo Juiz do Universo.

• Ninguém conseguirá proteger-se contra o juízo divino; porém, todos os que se arrependerem e buscarem o perdão divino serão absolvidos e privilegiados, embora tenham sido pecadores.

• Unicamente Deus consegue restaurar nossa sociedade depravada!

Deveríamos 

...amar tanto a Deus a tal ponto de abominar qualquer pecado; 
...desprezar o mal a tal ponto de abandonar toda mentira e ladroagem.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #ebiblico #rbhw #rpsp
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...