Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

SALMO 84 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 84
Comentários Pr Heber Toth Armí

Tem gente passando fome espiritualmente. Tem muito fast food espiritual nos diversos mercados da fé. Há muitas sopas ralas de “miojo” desnutrindo a espiritualidade de muitos crentes iludidos com comidas que mais prejudicam do que alimentam.

Vamos aprofundar mais na mensagem de Deus do que na mensagem das novelas, filmes, desenhos animados e seriados? Vamos valorizar o que realmente importa?

Aprofundando no Salmo em apreço destacamos os seguintes pontos:

1. Primeiramente, há três bem-aventuranças ou bênçãos neste Salmo:

• A primeira bem-aventurança ou bênção (v. 4) “refere-se àqueles que habitam no templo. São felizes porque sempre podem louvar a Deus” (Bíblia Andrews).
• A segunda bem-aventurança ou bênção “se dirige às pessoas que encontram forças no Senhor. Como Ele é o Deus Todo-Poderoso, pode fortalecer os seres humanos a ir ‘de força em força’ (v. 7; ver Is 40:31)” (Bíblia Andrews).
• “A terceira bem-aventurança ou bênção é pronunciada sobre a pessoa que confia no Senhor; isso significa que sua vida inteira é ordenada em torno de Deus e da vontade divina” (Bíblia Andrews).

2. Em segundo lugar, os crentes são peregrinos neste mundo indo com destino à Casa de Deus no Céu, os quais podem fazer “estas três declarações” conforme lista Warren Wiersbe:

• Meu prazer está no Senhor (vs. 1-4);
• Minha força está no Senhor (vs. 5-8);
• Minha confiança está no Senhor (vs. 9-12).

3. Em terceiro lugar, aos fieis e submissos a Deus, a santa presença é uma bênção. “Ao mesmo tempo em que Deus é para os ímpios um fogo consumidor, é para Seu povo tanto Sol como Escudo (Sal. 84:11)” (Ellen G. White). Deus luta por Seu povo, Ele é o Deus vivo que age pelo bem e felicidade dos que O buscam genuinamente.

Após considerar estes pontos, meditemos neste versículo: “Prefiro esfregar o chão da casa do meu Deus a ser honrado no palácio do pecado” (v. 10).

• Será que somos humildes diante das atividades que precisam ser realizadas para Deus ou estamos buscando glórias para massagear nosso ego?
• Será que estamos dispostos a qualquer coisa para estarmos na presença divina ou preferimos o glamour dos prazeres do pecado?
• Será que poderíamos fazer das palavras do salmista as nossas palavras diante de Deus?

Compensa estar sempre na presença de Deus! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 22 de janeiro de 2017

SALMO 83 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 83
Comentários Pr Heber Toth Armí

– Por que os fieis sofrem? Por que há tantas coisas que acontecem com aqueles que são tão piedosos? Por que angústia e aflição assolam aos cristãos consagrados?

O Salmo em apreço parece responder objetivamente a estas questões:

1. Os que servem a Deus e representam Seu nome são alvos dos inimigos de Deus que iniciaram uma guerra no Céu e continuam provocando e instigando aqui na Terra (vs. 1-3).

2. Os amantes do pecado e da iniquidade almejam insistentemente a destruição do povo de Deus, isso foi desde o início, com a morte de Abel pelas mãos assassinas de Caim, passou por Cristo que representa o povo de Deus de todas as eras, e vai terminar com a segunda vinda de Cristo. Inimigos querem exterminar aos que amam a verdade (v. 4).

3. Todas as nações se voltam contra o povo de Deus no tempo do fim como aconteceu em outros períodos da história (vs. 5-8), porém, Deus vencerá e Jesus reinará vitoriosamente (Apocalipse 17 e 18).

4. Nossa expectativa deve ser a vitória divina sobre os impérios humanos que se opõem contra o reino de eterna paz (vs. 13-18). Um dia não haverá nenhum outro reino que interferirá ao reino de Deus, pois todos os reinos do mundo se tornarão num turbilhão de pó, serão incendiados, envergonhados e destruídos para sempre pela presença divina (Apocalipse 19 e 20).

Nunca foi fácil ser povo de Deus, pior ainda será não pertencer a Deus no dia do juízo. A história de Israel não foi fácil simplesmente porque eles se desviavam de Deus; eles se desviavam de Deus facilmente porque as investidas satânicas eram ferrenhas e titânicas contra o povo do qual viria o Messias.

Contudo, Jesus nasceu em Israel. Esse judeu (que é Deus e se fez carne) garantiu a destruição do império do pecado e a salvação de todos os que se apegam a Ele. Por meio dEle o nome de Deus será reconhecido em todo o Universo (v. 18, ver Filipenses 2:10; João 3:14-15).

Portanto, se você...

• ...sofre por ser fiel, clame a Deus que é mais poderoso que todos os exércitos. Jesus já venceu para te dar a vitória! Sem demora, aceite-a!

• ...quer vitórias sobre inimigos, ore agora intensamente!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

sábado, 21 de janeiro de 2017

SALMO 82 – Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 82 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Um ditado popular diz: “Os ignorantes, que acham que sabem tudo, privam-se de um dos maiores prazeres da vida: aprender”.

A pior ignorância se dá em relação à Palavra de Deus. A maior ignorância é presumir que sabe das coisas, principalmente sobre assuntos espirituais. Tal pressuposição impossibilita estudos profundos que resultam em transformação do coração.

Reflita:

1. Os ignorantes tomam decisões injustas e preferem favorecer aos ímpios em detrimento dos justos, corrompem a justiça e absolvem aos culpados (v. 2);
2. Os ignorantes estão em trevas morais, por isso, defendem culpados e condenam inocentes, exploram aos fracos e beneficiam aos ricos, tramam astutamente contra o povo de Deus e conspiram contra os que pertencem a Deus (vs. 3-4);
3. Os ignorantes tomam decisões sérias equivocadamente pensando estarem certos, pois sem discernimento espiritual não se tem ideia alguma da verdadeira realidade dos fatos (v. 5);
4. Os ignorantes pensam que estão no controle, quando na verdade Deus está acima de tudo e de todos; Deus é soberano, os maiorais (deuses) do mundo devem dar satisfação a Ele – sem qualquer possibilidade de negociação (vs. 6-7);

Deus anseia que os ignorantes façam justiça aos fracos e sofredores, procedam corretamente com o aflito e o desamparado; entretanto, eles fazem exatamente o oposto.

Já os sábios não ignoram a justiça, eles clamam a Deus por ela (v. 1). Os entendidos na Palavra de Deus e submissos a ela conhecem ao Deus da Palavra e pedem-Lhe que dê o que os que ignoram a verdade merecem (v. 8).

O sábio sabe que logo Deus se levantará contra todos os que se acham deuses (arrogantes convencidos), que pensam serem donos de seu próprio nariz e fazem o que querem sem consultar a Bíblia, a única fonte segura!

Certamente, Deus julgará “os poderes e governantes que sustentam um sistema de opressão e injustiça no mundo” (Duane A. Garrett).

• Aqueles que levantam sua opinião com convicção sem fundamento bíblico, serão logo julgados. Oremos por isso!
• Aqueles que agem com base em sentimentos sem fundamento bíblico, logo estarão diante do soberano absoluto para responder por seus atos. Oremos por isso!

Derek Bok destaca que “se você acha que educação é cara, experimente a ignorância”.

Portanto, sejamos sábios, não ignorantes! Humilhemo-nos perante Deus! – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

SALMO 81 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 81
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ingratidão é uma reação péssima diante de um bem feito por alguém, pior ainda quando a ingratidão é demonstrada por pessoas que receberam grandes bênçãos de Deus.

Deus libertou Israel do Egito miraculosamente, porém, os ex-escravos negligenciaram o reconhecimento que Deus merecia; nós também recebemos Jesus de presente, maior que Moisés, para nos libertar de nossa condição deprimente, porém, muitos de nós, não regozijamos em Deus e não proclamamos Suas obras a nosso favor como deveríamos fazer.

Portanto, devemos parar e meditar, relembrar e refletir mais nos grandes feitos de Deus no mundo. Precisamos olhar para o Calvário lendo o relato inspirado nos Evangelhos, a fim de que sejamos mais impulsionados a exultar e regozijar, louvar e adorar, Àquele que deu Sua vida para nos salvar da escravidão do pecado e das garras do diabo.

A Palavra de Deus nos conclama a notar o grande livramento operado por Deus em nosso favor (vs. 5-16) a fim de que louvemos a Ele com toda nossa força, com nossa voz e com instrumentos musicais em todos os momentos (vs. 1-4).

Quando se discerne o sinal de alerta de Deus e obedecemos a Sua voz, Ele enche a existência do indivíduo obediente de grandiosas bênçãos (vs. 10, 16), e abate e humilha aos que se levantam orgulhosamente contra Seus servos (vs. 13-15).

Quando negligenciamos e desprezamos a Palavra de alerta de Deus e nos rebelamos demonstrando claramente nossa rebeldia, colheremos os azedos e amargos frutos inevitáveis desse caminho (vs. 11-12).

A desobediência resulta em horríveis tragédias para quem quer que seja. Só é desobediência quando se sabe o que deve ser feito e não faz, ou seja, rebeldia, rebelião. Em relação a Deus, desobediência resulta em...

1. Desprezo (v. 11);
2. Abandono (v. 12);
3. Endurecimento do coração (v. 12);
4. Distância de Deus (v. 12);
5. Manchar Sua imagem, pois pessoas se identificam com Ele, mas agem contrariamente a Sua vontade (v. 13);
6. Impedimento das vitórias que Deus quer dar (v. 14);
7. Impedimento das derrotas dos inimigos (v. 15);
8. Impedimento da prosperidade familiar, municipal, estadual, nacional e mundial (v. 16).

Vale a pena, no presente, avaliar o que Deus fez no passado, para redirecionar nossa vida para o futuro.

Amigos, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

SALMO 80 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 80
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ao enfrentar situações sem soluções... Ao lidar com problemas complexos... Ao deparar-se com oposições e situações deprimentes, o único caminho seguro é buscar a Deus e Seus princípios a todo custo.

Asafe aprofunda-se na oração devido a que Seu povo, ou melhor, o povo de Deus, está sendo afligido por pessoas de mau caráter. Fazendo uma reflexão teológica com didática pedagógica, ele, inspirado pelo Espírito Santo, oferece-nos três pontos impressionantes:

1. Deus é como um bom pastor que atende as necessidades de Suas frágeis ovelhinhas quando esta clama por socorro. Após esse reconhecimento, Asafe convoca o povo ao arrependimento de pecados para que experimente salvação (vs. 1-7).
2. Deus é como um vinicultor que tirou sua vinha do Egito e a plantou em Canaã, porém não produziu uvas; consequentemente teve podas, foi punida. Para obter salvação o salmista clama a Deus por intervenção (vs. 8-16).
3. Deus é o Salvador de Seu povo pecador. Deus enviou o Messias para cumprir o ideal que o povo nunca atingiu – somente através de Jesus a salvação tornou-se possível a qualquer pecador (vs. 17-19).

Sem reconhecimento de pecado não se busca o genuíno arrependimento, tanto quanto sem o Pastor Messias e Seu sacrifício expiatório na cruz jamais existiria possibilidade alguma de pleno livramento.

Sem frutos até a melhor religião não passa de uma ilusão que tem como destino a perdição; por isso, como o salmista, devemos clamar pela intervenção de Deus por sincera transformação para que haja repleta produção de frutos.

Sem Salvador não haveria nenhuma esperança concreta e real para o miserável pecador. Sem Jesus qualquer religião está totalmente fadada ao fracasso desesperador.

O reavivamento espiritual que faz sentido é aquele que é operado miraculosamente por Deus com Sua poderosa presença. Reavivamento e reforma que valem à pena dependem de intenso e íntimo relacionamento com Deus. Só assim, não apostataremos nem seremos hipócritas (v. 18).

Por isso, precisamos clamar para que o próprio Deus...

• Vivifique-nos a fim de que invoquemos e louvemos ao Seu nome genuinamente (v. 18).
• Restaure-nos com poder de um exército para que nossa vida seja livre do poder do pecado (v. 19).
• Resplandeça o Seu rosto sobre nós para que sejamos experimentalmente salvos (v. 19).

“Senhor, volta-Te para nós. Te rogamos!” – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...